A volta do beija-flor


Estou muito feliz e reconfortado. Estávamos eu, meus pais (Ary e Fernanda) e meu filho (Tadeu) na sala de jantar e cozinha, quando Tadeu gritou apontando um beija-flor que voava dentro de casa, rodando na cozinha e na sala de jantar, sobre nossas cabeças. Fui tomado por uma euforia, ao ver o beija-flor balançando as asas na minha frente. Isso durou 10 segundos, porque abri as janelas da cozinha e ele foi embora saindo pela área de serviço.

Fiquei emocionado. Era a Regina dando sinal que eu tanto queria. O beija-flor apareceu dentro de casa me dizendo que a minha amada está perto de nós, nos olhando, nos cuidando. Tudo isso tem um significado, ou não. Depende apenas de como desejamos viver a vida. Segundo o Bernardo, o beija flor tem a energia da Regina. E, se ele veio até nós, é porque a Regina está entre nós. Sempre!

O aparecimento do beija-flor dentro de casa me deu paz. De alguma forma, a Regina encontrou um jeito de me dizer que está bem. Passei o resto do dia, e do seguinte, pensando por que o beija flor voltou exatamente no dia 27-03-2020 às 9 horas e pouco da manhã. Deveria haver uma razão. 

Curiosamente, eu e Regina, sempre víamos o beija flor voando entre as helicônias, se alimentando delas, nos meses anteriores de sua partida. E sempre estávamos na sala de jantar ou na cozinha, para vê-lo durante longo tempo, diariamente. Por que ele voltou nesse dia e horário? Alguma explicação havia de existir. E algo me veio à mente, que faz todo sentido.

No dia 27-02-2020, dia anterior ao falecimento da minha amada, aconteceu algo muito marcante... e mágico. Nesse dia, a Regina já estava muito sedada, sob efeito de remédios fortes intravenosos, que praticamente a colocava em sono profundo continuamente, com raríssimos momentos de consciência. Sabíamos que vivíamos a reta final.

Por volta das 9 horas e pouco da manhã, de forma surpreendente e inesperada, a Regina acordou em plena paz, com semblante tranquilo, com aparente saúde e falou conosco. Bernardo, Tadeu, Lizandro (técnico de enfermagem do serviço de homecare) e eu estávamos na sala (onde montamos um quarto para ela) e a Suely na cozinha.

Regina colocou a mão no rosto do Bernardo e disse que ele deveria estar com febre, por conta do sol que pegou no carnaval. Ela fez carinho no Bernardo e no Tadeu. Disse que estava se sentindo bem, que não sentia dor, que estava tranquila, em paz, e pediu para que todos não se preocupassem com ela. Ela se virou para mim, pôs a mão no meu rosto, me acariciou, e pediu para eu ficar tranquilo. Olhou para o Lizandro e agradeceu todo o carinho dele. Eu chamei a Suely, que veio da cozinha para falar com a Regina, e também recebeu o carinho dela.

Eu sentia a clara sensação que estávamos vivendo ali um momento divino, algo extraordinário estava acontecendo. Eu sentia uma enorme paz, um bem estar profundo e um sentimento que a Regina estava realmente bem, sabendo do desfecho e nos acalmando. A minha sensação é que a sala estava iluminada, havia uma luz divina sobre nós naquele momento. Havia muita energia no ar e aquele instante era o ápice de tudo que havíamos vivido. A minha sensação é que eu não estava mais diante da Regina que eu conhecia, mas sim diante de uma santa, uma divindade, alguém que já não estava mais na Terra. Eu nunca havia sentido isso antes. Foi algo cercado de magia e luz. Esse momento profundo e aparentemente infinito, durou apenas 7 minutos, aproximadamente.

A Regina agradeceu todo mundo, pelo cuidado, amor e carinho que todos davam a ela. A minha amada falava com uma voz pausada e carinhosa, sorrindo, dando luz, paz e conforto para todos. Aquilo foi de fato uma despedida. Ali ela estava nos deixando e dizendo que estava indo em paz, de bem com a vida, com amor no coração e carinho por todos. Durante aqueles minutos eu me senti em paz.

Aquele foi o último momento de consciência da Regina. Desde aquele momento, até o dia seguinte, dia 28-02, às 11h35, quando ela faleceu, ela não teve mais consciência.

A volta do beija flor no dia 27-03-2020, por volta das 9 horas e pouco, foi exatamente 1 mês depois desse momento mágico que descrevi acima. Parece que a minha amada, na forma de beija flor, veio até nós para nos dizer que está bem, que está em paz, que está nos olhando e cuidando da gente, que está liberta e feliz.

É impossível dimensionar o tamanho da minha felicidade e paz de espírito com esse voo do beija flor sobre nossas cabeças. Foi algo que mostra que ainda conseguirei me relacionar com a minha amada daqui para frente.

Ao longo dos dias 27 e 28-03-2020, por diversas vezes, eu senti rajadas de brisa forte me refrescando, de corpo e alma, me dando sinais de que a Regina está ao meu redor, me cuidando e se comunicando comigo. E, desde esse acontecimento, o beija-flor vem todos os dias beijar as helicônias. Isso tudo me dá mais confiança de seguir em frente, sempre com ela do meu lado.


12 comentários:

  1. Lindo lindo lindo lindo 1000x lindo todos esses 3 textos que devorei ininterruptamente como nunca li antes. Coincidentemente Em um momento onde todos estamos no Brasil e no Mundo diante desta piscina gigante sem bordas, porém, a grande maioria sem saber se estão preparados para ela. Textos lindos recheados de amor e o mais importante: nos inspira e motiva a sempre escolher olhar o lado bom por mais difícil ou desagradável que seja o problema. Mantra que tem confortado minha ansiedade nesta fase de isolamento do Covid-19 “You are not stucked at home, your safe at home with your beloved ones” e depois desta leitura inspiradora me sinto energizado para enfrentar este isolamento de forma ainda mais resiliente e tranquila. Obrigado , William Takiyama (witakiyama@gmx.net)

    ResponderExcluir
  2. Nossa! E pensar que estes textos são reais! Coisa linda! Obrigada por compartilhar conosco uma parte de sua história.

    ResponderExcluir
  3. Aguardo próximo texto (sem pressão) haha. Espero que os corações da sua família estejam calmos e tenham o alento que necessitam. Torço a partir de agora, torço pela Beija Flor e não mais pela Mocidade.

    ResponderExcluir
  4. Mauro, obrigada por compartilhar todos esses momentos mágicos conosco.
    Ela só passou para o outro lado, para nossa verdadeira vida �� Queria compartilhar esse texto com você, caso ainda não conheça:
    “ A morte não é nada.
    Eu somente passei
    para o outro lado do Caminho.

    Eu sou eu, vocês são vocês.
    O que eu era para vocês,
    eu continuarei sendo.

    Me dêem o nome
    que vocês sempre me deram,
    falem comigo
    como vocês sempre fizeram.

    Vocês continuam vivendo
    no mundo das criaturas,
    eu estou vivendo
    no mundo do Criador.

    Não utilizem um tom solene
    ou triste, continuem a rir
    daquilo que nos fazia rir juntos.

    Rezem, sorriam, pensem em mim.
    Rezem por mim.

    Que meu nome seja pronunciado
    como sempre foi,
    sem ênfase de nenhum tipo.
    Sem nenhum traço de sombra
    ou tristeza.

    A vida significa tudo
    o que ela sempre significou,
    o fio não foi cortado.
    Porque eu estaria fora
    de seus pensamentos,
    agora que estou apenas fora
    de suas vistas?

    Eu não estou longe,
    apenas estou
    do outro lado do Caminho...

    Você que aí ficou, siga em frente,
    a vida continua, linda e bela
    como sempre foi.“

    ResponderExcluir
  5. Seu post no Linkedin me trouxe aos seus outros 2 textos no blog. Impossivel nao se emocionar.
    Quando puder, se ainda nao fez, faca uma pesquisa sobre o que representam os beija-flores e ira se surpreender. Desde que assisti ao filme Benjamin Button passei a me intrigar com a figura dos beija-flores. Fui pesquisar mais sobre isso e realmente passei a olhar para esses passaros de outra forma, e acreditar que eles tem um significado especial e que sao mensageiros.
    Obrigada pelos textos!

    ResponderExcluir
  6. Mauro,
    Li os três textos que você publicou a respeito da sua companheira e sinto-me emocionado com a trajetória de alto conhecimento que você partilharam juntos, muito grato. Não sei se sabe, mas algumas pessoas acreditam que o dia 27 de Março é o dia que jesus ressurge após sua crucificação.

    ResponderExcluir
  7. Mauro..
    Quanta riqueza em detalhes..Acredito que sua esta bem..E vem te dizer todos os dias ,admiro esse amor incondicional,espero que Deus conforte o teu coracao.Espero sempre encontrar mensagens verdadeiras como estas me sinto emocionada com uma história linda como essa! @Claudia_azevedocar

    ResponderExcluir
  8. Olha que interessante sobre o simbolismo do beija-flor na prima resposta do Google:

    “Os astecas acreditavam que as almas dos guerreiros que morriam retornavam à terra com a forma de beija-flor ou de borboleta. Para o Xamanismo o beija-flor representa o amor puro, a cura, a sorte, o renascimento, a suavidade, a alegria, o entusiasmo, a graça e a delicadeza.”

    Lendo os seus textos, faz todo sentido, não acha?

    E outra coisa que lembrei foi da música do Cazuza:
    “ Eu protegi o teu nome por amor
    Em um codinome, Beija-flor”

    Fique bem!

    @anapedrosa

    ResponderExcluir
  9. Que sensibilidade, Mauro!Um presente de Deus o encontro de vcs aqui na Terra, e além Terra. Muito obrigada por dividir conosco esta história cheia de amor, energia e esperança.

    ResponderExcluir
  10. Era ela. Respire fundo, sorria e agradeça.

    ResponderExcluir